Painel DM COLUNA PAINEL DM

Dominguinhos responde ao Delegado Waldir sobre postulação de Eerizania

28 de junho de 2024

28/06/2024 11h05
Por: Redação

Dominguinhos responde ao Delegado Waldir sobre postulação de Eerizania

O presidente da Câmara de Anápolis, vereador Dominguinhos do Cedro (PDT), em entrevista à Rádio Manchester, nesta quinta-feira, 27, classificou como “fala infeliz” as insinuações feitas pelo ex-deputado federal Delegado Waldir (UB) à imprensa anapolina, de que, se a pré-candidatura de Eerizania Freitas (UB) não decolar, se dependesse dele (Waldir), gostaria que houvesse desistência. Dominguinhos lembrou que, em 2022, na campanha para o Senado, Delegado Waldir despontava como favorito, mas ao final ficou em 3º lugar, superado por Wilder Morais (PL) e Marconi Perillo (PSDB). Em Anápolis, naquela eleição, Waldir foi apenas o 4º colocado, superado por Wilder Morais, Alexandre Baldy (PP) e Marconi Perillo. “Isso mostra que ele (Delegado Waldir) não conhece a cidade. Anápolis é diferenciada. Em 2008 Antônio Gomide estava com 2% nas pesquisas e bateu eleição. O mesmo ocorreu com Roberto Naves em 2016”, disse o presidente do legislativo.

 

 

Autonomia

O PSB tem autonomia de, até as convenções, se unir a um outro projeto na disputa pela prefeitura de Anápolis. O presidente, vereador Jakson Charles, disse que o pré-candidato a prefeito, Lisieux Borges, está ciente dessa condição e busca viabilizar sua postulação. Charles disse que a regional liberou para se unir a qualquer projeto, caso seja necessário, “menos com o PL e a extrema direita”.

 

 

Licença

Por conta de seu período final de gestação, a vereadora Andreia Rezende (Avante) deve se afastar por pelo menos dois meses de seu mandato. Nos próximos dias deve comunicar a licença ao legislativo. Para assumir temporariamente o mandato, estariam na fila Afonso do Industrial e Marcos Gulão, do Solidariedade, partido pelo qual Andreia foi eleita em 2020.

 

 

UEG

Entre os quatro projetos da governadoria aprovados nesta quinta, 27, na Alego, um deles institui novo plano de carreira e remuneração para os docentes da Universidade Estadual de Goiás (UEG). O impacto orçamentário e financeiro da propositura foi apresentado pela pasta da administração estadual e ficou fixado em R$ 3,685 milhões mensais.

 

 

Esclarecimento

Sobre a citação de seu nome em áudios vazados do vereador Delcimar Fortunato (PSDB) sobre a campanha de 2022, o vereador João da Luz (Cidadania) publicou nota de esclarecimento. Disse que todas as suas contas foram aprovadas sem ressalvas pelo TSE, que apoiou o candidato a senador Marconi Perillo de forma voluntária “sem pegar nenhum recurso, comprovado em todas as citações”.

 

 

LDO estadual é debatida em audiência na Alego

Por iniciativa da Comissão de Tributação, Finanças e Orçamento, a Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) realizou, na tarde desta quinta, 27, audiência pública para discutir o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define a estrutura, organização e as diretrizes para elaboração do orçamento de 2025. O encontro foi presidido pelo deputado Coronel Adailton (SD), que é o relator da matéria. A LDO prevê investimentos de R$ 8,5 bilhões em educação e R$ 4,1 bilhões em saúde. O projeto deve ser apreciado e devolvida para sanção do Executivo no dia 3 de junho, data prevista para votação final em Plenário.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.