Anápolis REVITALIZAÇÃO

Inauguradas obras na Unidade Prisional Regional de Anápolis

Entrega das instalações reformadas ocorreu na manhã desta quarta-feira, 5, pela Diretoria-Geral de Polícia Penal

06/06/2024 09h44 Atualizada há 7 dias
Por: Redação Fonte: SSP e MPGO
Com recursos do Governo de Goiás e do Poder Judiciário, foram investidos R$ 300 mil na realização das melhorias. Foto: DGPP
Com recursos do Governo de Goiás e do Poder Judiciário, foram investidos R$ 300 mil na realização das melhorias. Foto: DGPP

A Diretoria-Geral de Polícia Penal inaugurou, na manhã desta quarta-feira, 5, melhorias na Unidade Prisional Regional (UPR) de Anápolis. As benfeitorias receberam investimentos de aproximadamente R$ 300 mil. Recursos investidos pelo Governo do Estado e Poder Judiciário, por meio do Conselho de Execução Penal de Anápolis.

“Essas melhorias garantem mais segurança para os servidores, para os apenados e modernidade nas nossas instalações”, explicou o diretor da UPR, Moacir Crispim. “Saber que a Polícia Penal pode contar com parceiros tão significativos é um sinal de que nossa instituição é respeitada e está atuando no caminho certo”, complementou.

O presídio passa a contar com guaritas novas e modernizadas, com investimento estimado de R$ 50 mil. A unidade também recebeu uma nova central de videoconferência com sete salas, ao custo de R$ 65 mil. Outra conquista foi a implantação do sistema de monitoramento CFTV, com 64 câmeras e investimento de R$ 143 mil.

Já na parte da reintegração social, os detentos têm à disposição uma biblioteca e um laboratório de informática. “Essas mudanças vão garantir a melhoria na reintegração social do apenado”, afirmou a juíza Nathália da Costa. “Vimos aqui uma outra realidade. O que foi precário, hoje é um exemplo. Um trabalho que merece ser reconhecido”, elogiou o promotor de justiça, Bruno Henrique Silveira.

Para o êxito na conclusão das melhorias, foi utilizada a mão de obra carcerária, gerando economia aos cofres públicos de aproximadamente R$ 70 mil. O ato de inauguração contou com a presença do advogado Gilmar Alves, do Conselho da Comunidade de Execução Penal (CCEP) de Anápolis. 

 

MP

O promotor de Justiça Bruno Henrique da Silva Ferreira participou da cerimônia de inauguração das obras realizadas na Unidade Prisional Regional de Anápolis. Bruno Henrique respondeu entre 2021 e, recentemente, pela 19ª Promotoria de Anápolis, que atua na execução penal, e foi convidado para participar da solenidade.  

O promotor trabalhou, junto à direção da unidade, na identificação dos principais pontos que demandavam melhorias, assim como na orientação e mediação das solicitações de verba junto ao Poder Judiciário. Bruno Henrique destacou a relevância do feito, apontando a participação de todos os envolvidos no sistema de execução penal.

“É um legado e, ao mesmo tempo, uma demonstração de que, ao unirem esforços, tanto a Polícia Penal, quanto o Ministério Público e Poder Judiciário podem efetivamente contribuir para a melhoria dos serviços prestados”, disse o Promotor de Justiça.

Ele comentou ainda que projetos como este são fundamentais para propiciar melhores ambientes de trabalho para os policiais penais, assim como as condições de ressocialização para os reeducandos.  Atualmente, a responsável automática pela 19ª Promotoria de Anápolis é a promotora Denise Nóbrega Ferraz Neubauer. 

 

MPE já recebe denúncias de infrações eleitorais

O Ministério Público Eleitoral do Estado de Goiás (MPEGO) já recebe denúncias de infrações eleitorais, que podem ser encaminhadas eletronicamente às membras e membros do Ministério Público de Goiás (MPGO) que integram o MPEGO, pelo canal on-line MP Cidadão ou, pessoalmente, na promotoria eleitoral do lugar da infração.

Para o encaminhamento por meio eletrônico, é possível fazê-lo acessando o canal on-line MP Cidadão por meio do link: https://www.mpgo.mp.br/denuncia/. Ao preencher o formulário, basta marcar a opção de denúncia eleitoral. 

Aqueles que desejarem protocolar a notícia de fato (denúncia) diretamente na promotoria eleitoral do lugar da infração podem consultar a lista de promotoras e promotores eleitorais do Estado de Goiás, na capital e no interior.

Ao encaminhar a denúncia via MP Cidadão, é necessário o preenchimento de um cadastro prévio, podendo-se optar por fazer a denúncia de forma sigilosa ou sem sigilo. É importante anexar todos os elementos de prova disponíveis (imagens, registros audiovisuais, documentos etc.). O noticiante poderá fazer a denúncia optando ou não pelo sigilo de seus dados pessoais. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.